#Brainsflash

A destacar a venda da Sonae Capital do Aqualuz Tróia Mar & Rio e The Editory By The Sea Tróia-Comporta.

O meio do mês de maio mostrou-se verdadeiramente ativo, principalmente no segmento habitacional e hoteleiro. Vieram a público algumas notícias de particular interesse, bem como investimentos significativos.

Logo no início da semana, o Chiado 12 da Coporgest anunciou que vai ganhar novos apartamentos de luxo. Transformado em edifício residencial, num investimento global de 9,25 milhões de euros, o Chiado 12 está a ser alvo de uma intervenção, tendo em vista a criação de dois novos apartamentos de luxo no edifício. O empreendimento localizado no Largo do Chiado, em pleno coração de Lisboa, tem sido uma referência na capital por ser onde se situa a famosa loja da marca Hermès. Em 2014 foi adquirido pela Coporgest, empresa especializada no desenvolvimento de projetos imobiliários de luxo.

Entretanto, a Madeira prevê investir 136 milhões de euros em habitação para 1400 famílias. O investimento será feito ao abrigo do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR). O Governo da Madeira aponta para a construção de 783 fogos até 2026, com projetos que serão edificados nos 11 concelhos da região autónoma. Os projetos, que vão ser edificados nos 11 concelhos, poderão sofrer alterações devido à subida do preço das matérias-primas e à escassez da mão-de-obra. Em causa está a aquisição de 533 habitações a custos controlados e o apoio à reabilitação de 325 habitações, sobretudo ao nível do melhoramento da eficiência energética.  Estão também orçamentados 1,6 milhões de euros para tecnologias de informação na área da habitação social.

Já a meio da semana, surgiu o anúncio de que a Herdade Monteverde é o novo resort turístico residencial na margem sul de Lisboa. Situada numa reserva natural de 102 hectares, a Herdade Monteverde contará com 355 unidades residenciais entre moradias isoladas, em banda e apartamentos. Em parceria com o Grupo SIL, a Homelovers explora agora o novo projeto depois do sucesso da Herdade da Aroeira. Por se tratar de um empreendimento residencial turístico, poderá ser elegível aos adquirentes de Golden Visa. Os preços das moradias isoladas começam a partir de 740 mil euros e das moradias em banda a partir de 420 mil euros.

Entretanto, uma nova loja de proximidade My Auchan abriu na Costa da Caparica. As lojas My Auchan são uma aposta da empresa que terá continuidade nos investimentos previstos para os próximos anos. Esta é a 32ª loja My Auchan a abrir portas, o espaço conta com uma área de 385 metros quadrados. O novo espaço situado na Rua dos Pescadores, pretende oferecer uma resposta simples e rápida a quem o visita, assim como uma melhor experiência de compra.

Com a semana a chegar ao fim, surgiu o anúncio de que o São João da Praça é o novo projeto residencial em Alfama com preços entre os 500.000 e os 1.040.000 euros. O novo projeto junto à Sé de Lisboa, nasce da reabilitação de um edifício pombalino em Alfama e conta com nove apartamentos.  O projeto de renovação, da autoria do atelier Appleton & Domingos Arquitetos, irá trazer a este bairro tradicional modernos apartamentos com tipologias T1, T2 e dois duplex no último andar. As áreas dos apartamentos variam entre 60 m² e 124 m² e os preços vão dos €500.000 aos €1.040.000. Os trabalhos de construção iniciaram-se em Abril e a entrega dos apartamentos está prevista para o último trimestre de 2023.

Por último, a Sonae Capital anunciou a venda do Aqualuz Tróia Mar & Rio e The Editory By The Sea Tróia-Comporta. A The Editory Hotels, unidade de negócio de Hospitality da Sonae Capital manterá a gestão destes ativos turísticos, com um total de 377 unidades de alojamento.  Esta é uma das maiores operações de investimento imobiliário em hotéis realizada no mercado português desde o início do ano, cujo valor transacionado não foi revelado.