Taxas Euribor mantêm-se a três meses, sobem a seis e caem a 12 meses

As taxas Euribor mantiveram-se ontem a três meses, subiram a seis e desceram a 12 meses face a sexta-feira.

A taxa Euribor a três meses manteve-se ontem ao ser fixada de novo em -0,535%, contra o atual mínimo de sempre, de -0,556%, verificado em 06 de janeiro, avança o jornal Notícias ao Minuto.

A mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação, a Euribor a seis meses, subiu para -0,518%, mais 0,003 pontos, contra o atual mínimo, de -0,534%, verificado em 28 de janeiro.

A taxa Euribor a 12 meses recuou, ao ser fixada em -0,486%, menos 0,005 pontos, contra o atual mínimo, de -0,515%, verificado em 02 de fevereiro.

As Euribor a três, a seis e a 12 meses entraram em terreno negativo em 2015, em 21 de abril, 06 de novembro e 05 de fevereiro, respetivamente.

A evolução das taxas de juro Euribor está intimamente ligada às subidas ou descidas das taxas de juro diretoras do Banco Central Europeu (BCE).

As taxas Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.