RICS organiza webinar dedicada à Avaliação de Imóveis para Desenvolvimento

O evento está disponível para membros e não-membros.

É já no próximo dia 24 de Maio pelas 15h00 que o RICS (Royal Institution of Chartered Surveyors) realiza o evento de uma webinar dedicada ao tema Avaliação de Imóveis para Desenvolvimento – Compilação de recomendações aplicadas.

A mais antiga associação profissional na área da construção e do imobiliário organiza o evento que será online e que contará com participação gratuita. Desafios na Avaliação de Imóveis para Desenvolvimento em Portugal e como os avaliadores devem enfrentá-los assumindo as Normas Internacionais de Avaliação (IVS.) são o mote para este encontro que está disponível para membros e não-membros.

Este webinar pretende apresentar um documento desenvolvido pelo Grupo Profissional de Avaliações do RICS Portugal. Trata-se do tema de Imóveis para Desenvolvimento abordado nas Normas Internacionais de Avaliação (IVS), mais especificamente na IVS 410 e na Guidance Note do RICS com o título “Valuation of development property”, primeira edição de outubro de 2019. As especificidades do mercado português relacionadas com os Imóveis para Desenvolvimento serão o foque, enquadradas nas Normas Internacionais.

O painel conta com membros do RICS, onde surgirá como orientador, José Covas MRICS – Presidente do Portuguese Advisory Board do RICS e como orador, Guilherme Antunes Ferreira MRICS, Membro do Portuguese Advisory Board do RICS.

Inscrições: https://academy.rics.org/portugal-avaliacao-de-imoveis-para-desenvolvimento-compilacao-de-recomendacoes-aplicadas

Fundado em 1792, o Royal Institution of Chartered Surveyors é a maior e mais antiga associação profissional na área da construção e do imobiliário. Enquanto instituição a qualidade de serviço que os seus membros prestam aos clientes e à sociedade em geral é uma das suas maiores preocupações. O RICS tem feito o melhor possível para apoiar as comunidades, inquilinos, proprietários e cidadãos em geral durante a crise da Covid-19 e está preparado para viver de acordo com a sua responsabilidade económica à medida que a sociedade se reabre.