Iniciada a construção do “Dubai na Madeira” num investimento de 250 milhões

Arrancaram as obras para a construção do mega-empreendimento, as máquinas já estão no terreno.

O “Dubai na Madeira” vai custar 250 milhões e está localizado na Estrada Monumental. Este é o maior investimento privado de sempre na Região, avança a RTP. O investimento ascende aos 250 milhões de euros e é o primeiro investimento que nasce na Madeira  que une as duas construtoras AFA e Socicorreia, empresas que detêm a Varino Investimentos Imobiliários.

O projeto está dividido em nove lotes para uso de habitação, comércio e serviços. O período de execução da obra é de seis anos. Trata-se de um terreno com 35 mil metros quadrados, está dividido em nove lotes, em cada lote será construído um edifício. Todos os edifícios serão construídos acima do solo e serão rodeados por imensas zonas de espaços verdes e passeios públicos que se destinam não só aos moradores, mas como para o público em geral. Cada um dos edifícios terá também o seu próprio espaço verde.

Custódio Correia, presidente do grupo Socicorreia refere em entrevista à RTP que o “O Dubai é um dos países a nível mundial que desperta curiosidade e pensámos fazer algo diferente, algo que despertasse a curiosidade não só dos madeirenses, mas a nível internacional, construir algo que permitisse a captação de investimento”.

No empreendimento que será construído por fases, a construção do primeiro edifício já arrancou e vai chamar-se Varino 5, terá 8 pisos, 34 apartamentos com tipologias T1 a T3 e 3 espaços comerciais.

O “Dubai na Madeira” pretende atingir os clientes premium, especialmente os clientes estrangeiros com o objetivo da captação de investimento para a Madeira, com o empreendimento pretende-se que a economia da Madeira possa crescer com as novas famílias que possam chegar. Aposta num produto diferente, com espaços pedonais, jardins públicos, espaços de lazer e prática de desporto, aumento de números de estacionamento.