Fundo português adquire edifício-sede da Uber em Lisboa por 18 milhões de euros

O imóvel foi comprado pelo fundo português VIP (Fundo de Valores e Investimentos Prediais).

O edifício foi vendido pela portuguesa Finangeste e a Patron Capital a um fundo gerido pela Silvip, pelo total de 18 milhões de euros. O ativo situado na Avenida Barbosa du Bocage, em Lisboa, é integralmente ocupado pela Uber após obras de reabilitação que custaram mais de seis milhões de euros, avança em publicação o jornal Negócios.

O imóvel onde funciona a sede da Uber em Portugal, foi comprado pelo fundo português VIP (Fundo de Valores e Investimentos Prediais). O ativo passa agora a fazer parte do portefólio do fundo gerido pela Silvip, sociedade gestora de organismos de investimento coletivo.

O edifício Barbosa du Bocage conta com sete andares e uma área total de 3.600 metros quadrados. Desde 2019, era propriedade da joint venture da Finangeste com o fundo imobiliário pan-europeu Patron Capital, após em 2018 ter sido adquirido pela empresa portuguesa à Tranquilidade em parceria com outro fundo, no âmbito de uma transação que envolveu 126 edifícios.

De acordo com o Negócios, o contrato de arrendamento termina em 2024, e a Uber tem manifestado interesse em continuar no imóvel.

A Patron Capital é um dos cinco fundos que investem em Portugal em parceria com a Finangeste. De momento, a “joint venture” entre o fundo e a gestora de ativos lusa conta com um portefólio de vários edifícios no país, entre os quais o Trindade Domus, no centro do Porto.