Dynasty Homes investe 30 milhões de euros no empreendimento Herdade do Meio

O projeto constitui 70 moradias.

A Dynasty Homes vai investir 30 milhões de euros no seu mais recente projeto imobiliário de raiz, na Herdade do Meio, localizado no concelho do Seixal, sendo que já se encontra em construção.

Este empreendimento habitacional é composto por 70 moradias e encontra-se inserido num lote de 11 hectares, com zonas verdes, parques infantis, campos de padel, café e estrada privada que liga os fogos às instalações. O empreendimento é assinado por Jalal Elali, Director Geral da Cipher Design.

As habitações foram projetadas para maximizar os espaços de convivência, com um layout que fornece o máximo possível de luz natural. Os detalhes arquitetónicos foram pensados para permitir todo o conforto, contando com acabamentos de alta qualidade, com um isolamento contra quaisquer amplitudes térmicas, humidade e ruído. Cada habitação vai ter 10 painéis solares, de 550 watts cada, num total de 5,5 KW/h, e 2 baterias com uma capacidade de 19,2 KW.

Entre projetos construídos de raiz, renovações e investimentos imobiliários, a Dynasty Homes vai investir 82 milhões de euros em Portugal. Destacam-se os projetos que vão ser desenvolvidos na Aroeira, cujo início da construção está agendado para o próximo mês de outubro. Estes dois projetos, num valor a rondar os 12 milhões de euros, dizem respeito a 21 moradias, que estão integradas num espaço com cerca de 12.850 m2, e vão contar com piscinas privadas, jardim e sistema de casas inteligentes.

De acordo com Bobby O´Reilly, Cofundador e Sales & Marketing Director da Dynasty Homes, “este investimento resulta das condições únicas que Portugal, e mais concretamente, o Seixal, apresenta, para um projeto que se pretende inovador e capaz de integrar todo este espaço na sua envolvente”. “Existe por parte dos responsáveis nacionais o desejo de avançar com projetos de elevada qualidade, que sejam capazes de criar uma dinâmica que responda às exigências que se colocam à sociedade como um todo. Desta forma, apostamos na criação de espaços sustentáveis, que aproveitem ao máximo as características geográficas da Herdade, onde a exposição solar é extraordinária, com tudo o que isso significa numa perspetiva de produção energética e respetiva utilização”.

Segundo Ricardo Cruz, Chief Operations Officer da Dynasty Homes, a empresa distingue-se pelo seu perfil inovador, onde a novas tecnologias são vistas como preponderantes na implementação e sucesso dos projetos”. E reforça: “A tudo isto, acresce o papel crucial das pessoas que constituem as nossas equipas, reconhecidas pela sua elevada competência e experiência, ou não tivessem já trabalhado e executado alguns dos principais edifícios do mundo”.