Cushman & Wakefield troca brochuras por árvores

“Scan to Plant” é a iniciativa que a Cushman & Wakefield lançou por ocasião do dia mundial do ambiente, que teve lugar no passado dia 5 de junho.

A iniciativa foi concebida com o objetivo de reduzir o consumo de papel e a sua pegada ecológica, mas também para plantar mais árvores nas florestas portuguesas.

Scan to Plant” tem como primeiro objetivo acabar com a produção de brochuras impressas nos escritórios da consultora Cushman & Wakefield em Portugal, através de um sistema de QR codes. Cada pessoa que visitar as sedes de Lisboa e Porto da consultora, e quiser consultar uma publicação, terá à sua disposição na receção um quiosque com as várias capas dos estudos e com o respetivo QR Code para download. Por cada 10 scans feitos, a Cushman & Wakefield plantará até ao final do ano uma árvore.

De acordo com Eric van Leuven, diretor-geral da Cushman & Wakefield, “Queremos continuar a manter os nossos clientes e parceiros informados através das nossas publicações nacionais e internacionais, mas percebemos que tínhamos na produção de brochuras e flyers um impacto ecológico relevante e que deveria ser mitigado. Com o desenvolvimento e utilização em massa do sistema de QR codes, acabámos com a impressão de relatórios, e criámos um quiosque “digital” para todos os que nos visitam e para o nosso staff, com o compromisso de plantarmos árvores pelo número de downloads feitos. Esperamos com isto conseguir plantar muitas árvores este ano!”

A Cushman & Wakefield é uma consultora especialista em serviços imobiliários que cria valor significativo a ocupantes e investidores em todo o mundo. A consultora está entre as maiores empresas de serviços imobiliários com 50.000 colaboradores distribuídos por 400 escritórios em 60 países. Em 2020, registou uma faturação de 7,8 mil milhões de dólares através de serviços de agência, representação de inquilinos, vendas e aquisições, gestão de imóveis, gestão de projetos, consultoria e avaliações.