Crédito à habitação aumenta e aproxima-se de máximos de 2016

Os empréstimos para habitação concedidos pelos bancos aos particulares ascenderam no final de novembro de 2020 a 94.749,7 milhões de euros.

Segundo dados divulgados pelo Banco de Portugal, o total de empréstimos às famílias continuou a subir em novembro passado, atingindo máximos desde setembro de 2015. Os créditos à habitação somaram o valor mais elevado desde outubro de 2016.

O valor que se verificou em novembro, no qual se destacam os créditos à habitação é o mais alto desde outubro de 2016 (em que ascendeu a 94.907,3 milhões de euros).

Quanto ao malparado, manteve-se em novembro nos 0,7%, o mesmo valor de outubro e abaixo dos 1,0% do mesmo mês do ano passado, nos créditos à habitação.