Construção aumenta 1,7% em junho

Os índices de emprego e as remunerações apresentaram aumentos de 2,0% e de 6,2%.

Segundo o relatório dos Índices de Produção, Emprego e Remunerações na Construção, apresentado hoje pelo Instituto Nacional de Estatística, o Índice de Produção na Construção apresentou um crescimento homólogo de 1,7% em junho, tendo registado 1,9% em maio.

De acordo com a análise, os índices de emprego e as remunerações apresentaram aumentos de 2,0% e de 6,2% (2,1% e 6,5%, em maio), respetivamente.

Como adiantou o INE, o índice de produção na construção passou de um crescimento homólogo de 1,9% em maio para 1,7% em junho, tendo registado um abrandamento da atividade em ambos os segmentos.

Se por um lado, a Construção de Edifícios apurou uma subida de 2,0% em junho (2,2% em maio), a Engenharia Civil passou de uma variação de 1,5% para 1,2% no mês em análise.

Os índices de emprego e de remunerações apresentaram em junho variações homólogas, respetivamente, de 2,0% e 6,2% (2,1% e 6,5% no mês anterior). Comparativamente ao mês de maio, o emprego e as remunerações verificaram taxas de variação de 0,1% e 9,8%, respetivamente (0,2% e 10,2% em junho de 2021, pela mesma ordem).