Concursos de obras públicas promovidos registam queda de 23% em novembro

Até novembro o volume de contratos celebrados de empreitadas de obras públicas situa-se ao mesmo nível do ano passado.

Segundo o Barómetro das Obras Públicas da AICCOPN (Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas), até novembro o volume de contratos celebrados de empreitadas de obras públicas situa-se ao mesmo nível do ano passado.

Pelo nono mês consecutivo, em novembro, os concursos de empreitadas de obras públicas promovidos registam quebras, em termos homólogos acumulados, face a 2020.

Os procedimentos que foram objeto de abertura de concurso público e respetiva publicação no Diário da República, nos primeiros onze meses deste ano, atingiram 3.488 milhões de euros, menos 23%, em termos homólogos face a 2020.

De acordo com os resultados hoje apresentados pela AICCOPN, os contratos de empreitadas celebrados e reportados no Portal Base no âmbito de concursos públicos até novembro atingiram 2.476 milhões de euros, registando 0,3% acima do montante apurado no mesmo período do ano anterior.

Segundo o relatório, esta estabilização no volume de contratos de empreitadas deve-se a um efeito de base já que, em novembro do ano passado foram celebrados dois contratos relativos à expansão da rede de Metro do Porto, no valor de 288 milhões de euros.

No que diz respeito aos contratos de empreitadas de obras públicas celebrados em resultado de Ajustes Diretos e Consultas Prévias nos primeiros onze meses do ano, os mesmos atingiram 550 milhões de euros, mais 5% em termos homólogos. Os contratos de empreitadas celebrados até ao final de novembro totalizaram, no seu conjunto, 3.321 milhões de euros, mais 0,3% face ao período homólogo.