A destacar o anúncio do BPI sobre a venda de uma carteira de 140 milhões de euros

A destacar o anúncio do BPI sobre a venda de uma carteira de 140 milhões de euros.

Os últimos dias do mês de setembro revelaram ser uma semana de grandes investimentos e novidades no mercado imobiliário. Se por um lado, temos grandes desenvolvimentos no segmento de escritórios, por outro temos também notícias de relevância no mercado de NPL’s, com o BPI a vender uma carteira de 140 milhões de euros a fundos geridos pela LX Investment Partners.

Logo no início da semana, foi vendida uma sociedade para a construção de um novo edifício de escritórios no Campo Grande. Os fundos geridos pela Blackstone trabalharam em conjunto com a Multi Corporation na transação que visa a construção de um novo edifício de escritórios em Lisboa. Junto ao terminal de transportes, entre o Estádio Alvalade XXI e o edifício sede da NOS, o projeto permite a construção de um novo edifício de escritórios com mais de 14.000 m2.

Entretanto, a Norfin fez o lançamento do edifício de escritórios “Oriente Green Campus”. A construção deverá estar concluída no decorrer do segundo semestre de 2023 e promete trazer um novo impulso à zona norte do Parque das Nações. O edifício situa-se em Moscavide e contará com uma área total de escritórios de 41,100 m2 e ainda 18,700 m2 de zonas exteriores. O anúncio foi feito pela Norfin, uma das referências nacionais na gestão de investimentos imobiliários, em representação do Fundo Multiusos Oriente FEIIF, detido pelos Orion European Real Estate Funds.

Com a semana a chegar a meio, o Maya Capital lançou o primeiro projeto imobiliário em Lisboa. Elegível para Golden Visa, o Conceição 123 insere-se numa localização premium da cidade. O fundo de investimento imobiliário entrou no mercado português com um investimento de 65 milhões em ativos residenciais e estreia-se com este projeto turístico de rendimento.

Também a Mercan Properties surgiu em destaque com a aquisição de imóveis para um novo hotel em Faro. Os ativos serão alvo de um projeto de reabilitação e promoção imobiliária, dando uma nova vida àquele espaço. Com uma área bruta de construção de aproximadamente 6.500 m², estes imóveis são uma oportunidade única para a promoção de um novo projeto no Algarve. O valor de investimento não foi revelado.

Com a semana a terminar, o BPI informa que concluiu a venda do Projeto Citron, com um valor bruto total de cerca de 140 milhões de euros, a fundos geridos pela LX Investment Partners S.A.R.L.. O Projeto Citron corresponde a cerca de 15.000 contratos de créditos de cerca de 5.000 clientes. Em causa está a carteira de créditos non-performing, referente ao Projeto Citron, que inclui posições com e sem garantias reais hipotecárias, com um valor bruto total de cerca de 140 milhões de euros.

Por último, o Henderson Park faz um investimento de 25 milhões de euros para modernizar o Lagoas Park. A empresa imobiliária de capitais privados, anuncia  um investimento de 25 milhões de euros para a renovação do parque empresarial mais proeminente em Portugal e o maior da Península Ibérica. O ambicioso projeto de modernização vai potenciar áreas interiores e exteriores e espaços colaborativos. O parque empresarial tem sido destino de eleição para sede nacional de empresas de relevo internacional