#BrainsFlash

A destacar a venda da carteira de crédito malparado “Projeto Lúcia”.

Os últimos dois anos marcaram, sem dúvida, o turismo e a hotelaria, mas nem por isso nenhum deste setor económico baixou os braços. Prova disso, foram as novidades da passada semana, com importantes anúncios de grandes investimentos, no que respeita a hotéis e resorts.

O mercado de NPL (Non-Performing Loan) assinalou também mais uma transação, anunciada já no final da semana. Foi a vez do BCP que concluiu a venda da carteira de malparado “Projeto Lúcia”. Composta por crédito malparado com valor nominal de 60 milhões e ativos imobiliários no valor de 50 milhões de euros, a carteira Lúcia foi vendida à LX Partners (em parceria com a Cabot). O Millennium BCP vai voltar ao mercado, de forma a continuar o seu esforço na limpeza do balanço.

Ainda a semana estava a arrancar quando a Coporgest anunciou o investimento de 116 milhões de euros num novo resort em Troia/Comporta. A promotora imobiliária é a responsável pelo novo empreendimento turístico de cinco estrelas que vai nascer na costa alentejana. O futuro resort ficará instalado no terreno que a Coporgest adquiriu à Sonae Capital em dezembro de 2020. O projeto deverá estar concluído em 2025 e o início da comercialização das villas e dos apartamentos está previsto para meados de 2023.  O novo resort inclui um hotel de 5 estrelas com 58 quartos e suites, com duas suites presidenciais, sendo complementado por 38 villas e por 91 apartamentos turísticos. Com excelente localização, situa-se em terrenos muito próximos da praia, todas as unidades terão vista de mar.

Entretanto, mais a norte, em Arcos de Valdevez, o Grupo Luna Hotels & Resorts está a preparar a abertura do Hotel “Solar de Requeijo”. Num investimento global que ascende a quatro milhões e cem mil euros, a nova unidade hoteleira, localizada em Arcos de Valdevez, é composta por 27 quartos e suítes. Foi através da articulação entre o município e o Grupo Luna Hotels & Resorts, que tornou possível a aquisição e a reabilitação deste solar devoluto para um hotel de excelência na região, a abertura da unidade hoteleira está para breve.

No final da semana, surge mais um importante investimento, com a Mercan Properties a investir 187 milhões em três hotéis Marriott. A Mercan Properties assinou um acordo com a Marriott International para operar três hotéis em Portugal. Os projetos hoteleiros estão localizados em Lagos, Lisboa e Vila Nova de Gaia. A gestão ficará a cargo da Ace Hospitality Management (AHM). Em causa estão o Marriott Lagos, no Algarve, o Moxy Alfragide Lisbon e o The Riverview, a Tribute Portfolio Hotel, situado em Vila Nova de Gaia.