#Brainsflash

A destacar o investimento de 11 milhões de euros do Grupo Casais num complexo de construção híbrida junto ao Polo da Universidade do Minho.

A passada semana foi vivida com tranquilidade no mercado imobiliário, no que diz respeito a investimentos e transações. O início da semana foi mais dedicado a notícias com dados estatísticos sobre o setor, contudo no final desta última semana do mês destacaram-se algumas operações no norte do país.

O Grupo Casais anunciou o investimento de 11 milhões de euros num novo complexo de construção híbrida junto ao Polo da Universidade do Minho. É em Guimarães que vai nascer o projeto que inclui um Hotel B&B com 95 quartos, 44 estúdios para arrendamento e um espaço comercial. Com assinatura do arquiteto Mário Fernandes, o complexo de construção híbrida será inaugurado ainda este ano.  Segundo o grupo Casais este é o primeiro edifício de construção híbrida na Península Ibérica, utilizando madeira de engenharia e um terço do betão de um edifício tradicional.

Entretanto, o Hospital Particular de Viana do Castelo vai investir 8 milhões de euros numa nova unidade geriátrica. O projeto contempla a execução de um hotel sénior com 40 quartos individuais e 20 duplos, totalizando uma ocupação máxima de 80 hóspedes e, uma unidade clínica com vários serviços, desde fisioterapia, gastroenterologia, e o alargamento do ambulatório com todas as especialidades. Do investimento desta nova unidade que será instalada na Avenida Capitão Gaspar de Castro, uma das principais artérias da cidade, 1,255 milhões de euros correspondem ao valor da aquisição do terreno, com a consequente criação de cerca de 60 postos de trabalho.