#Brainsflash

A destacar a venda de um edifício de escritórios na Avenida de Berna por 15 milhões de euros.

Num arranque do mês onde o verão já se começa a fazer sentir, também o sol brilha nesta primeira semana de maio, iluminando todo o setor imobiliário nos mais variados segmentos. Um pouco por todo o país e também os arquipélagos foram alvo de algumas notícias de relevo no mercado imobiliário.

No início da semana, o Brainsre News Portugal teve conhecimento que Palacete Benformoso, em Lisboa, foi colocado à venda por 3,4 milhões de euros. O palacete do século XIX está classificado como Imóvel de Interesse Público e está localizado no bairro do Intendente, uma das zonas de Lisboa mais atrativas para investimento atualmente. O Palacete Benformoso está a ser comercializado pela Athena Advisers, por 3,4 milhões de euros.

Entretanto, ainda na segunda-feira, a doValue anunciou o lançamento de um novo empreendimento de luxo no Funchal. O empreendimento Casas Brancas é composto por 11 moradias e está localizado numa zona turística da freguesia de São Martinho, no Funchal. O projeto, assinado pelo arquiteto Paulo David, insere-se num terreno de base geométrica retangular com cerca de 3.322 m2, onde as moradias estão dispostas em três cotas, permitindo que todas possuam varandas e terraços orientados a Sul, com excelente exposição solar e vistas de mar.

Logo de seguida, um edifício na Avenida de Berna foi vendido por 15 milhões de euros. O edifício está atualmente ocupado pela Cofidis e Prosegur. O imóvel situado no número 54 da Avenida de Berna, em Lisboa, foi adquirido por um investidor institucional português ao fundo CCP 5 da Tristan Capital Partners. O edifício, com uma área bruta de 3.825 m2 e 124 lugares de estacionamento, localizado mesmo em frente à Fundação Calouste Gulbenkian, o imóvel encontra-se entre o Campo Pequeno e a Praça de Espanha.

Ainda em Lisboa, tivemos conhecimento que o empreendimento Promenade está concluído. O projeto contou com um investimento total na ordem de 50 milhões de euros. O edifício foi alvo de grande procura de investidores estrangeiros, que representam 80% das vendas do edifício na frente ribeirinha de Lisboa. Localizado em plena Avenida 24 de Julho, na frente ribeirinha de Lisboa, o empreendimento Promenade é um dos mais icónicos projetos da promotora imobiliária AM|48. O edifício tem assinatura do premiado arquiteto Frederico Valsassina e construção pela Mota-Engil.

Mais a norte, a Mercadona abre nova loja na Póvoa de Varzim. Com uma área de vendas de 1.900 m2, este é o 31º supermercado da cadeia em Portugal e o primeiro na cidade. É na Rua Comendador Francisco Quintas, na Póvoa de Varzim, que a Mercadona inaugurou na passada terça-feira o novo supermercado, sem valor de investimento revelado.

Também a norte e com o final da semana a chegar, a Supera anunciou o investimento de 10 milhões em Gaia. A Supera já opera dois centros desportivos em Portugal e tem mais sete projetos em curso no nosso país. O grupo espanhol vai construir um complexo ligado à natação em Gaia, numa concessão municipal por 40 anos. O Complexo Aquático de Formação será construído no gaiense Parque da Lavandeira. O grupo galego Sidecu, que opera a marca de ginásios Supera, tem 45 espaços em Espanha e dois em Portugal e prevê um investimento de 10 milhões na Lavandeira de Gaia. A insígnia tem ainda em curso outros projetos no nosso país, em Braga, Porto, Coimbra, Seixal, Barreiro e Lisboa.

Por último, no segmento de logística, um operador logístico adquiriu um terreno em Vila Franca de Xira por mais de 2 milhões de euros. A transação foi concluída em março, mas só agora foi conhecida. A gestora de créditos e ativos imobiliários, doValue Portugal, intermediou a operação de venda de um terreno com uma área total de 100.560 m2 a um operador logístico nacional de referência. Com excelentes acessos, o terreno está situado em Castanheira do Ribatejo, Vila Franca de Xira, um local de excelência para uso logístico.