BCP vende 11 lotes de terreno em Miraflores

O Millennium BCP concluiu a venda de terrenos com 60 mil metros quadrados em Miraflores.

O BCP concluiu a venda de 11 lotes de terreno do loteamento Parque dos Cisnes, em Miraflores, concelho de Oeiras, com assessoria da consultora imobiliária Savills, segundo notícia avançada pelo Jornal Económico. O negócio realizou-se no quarto trimestre de 2020, envolvendo a venda de 11 lotes cuja área total corresponde a cerca de 60.000 metros quadrados de construção para uso residencial.

Dos lotes detidos pelo Millennium BCP, no loteamento Parque dos Cisnes, falta vender apenas um, que tem um potencial de “edificabilidade de 13.198 metros quadrados”. De acordo com a publicação do semanário, a Savills em comunicado refere que os terrenos vendidos pelo BCP “têm uma finalidade maioritariamente residencial”. “Com localização privilegiada e ótimas condições de acessos rodoviários dada a proximidade ao IC17, fazem prever a construção de um empreendimento de elevados padrões de qualidade, mas sem perder os valores médios praticados na zona”.

A consultora imobiliária Savills, não revelou a identidade dos compradores, limitando-se a afirmar que se tratam de “três promotores distintos”. Dos lotes detidos pelo BCP no loteamento Parque dos Cisnes falta vender apenas um, que tem um potencial de “edificabilidade de 13.198 metros quadrados”.

No comunicado enviado ao jornal, o investment development associate na Savills Portugal Nuno Esteves, salienta que os terrenos em causa vão “contribuir para aumentar os níveis de oferta de residências de qualidade na zona de Oeiras, num loteamento já de si estabilizado e com os trabalhos de urbanização e infraestruturas realizados”.

O loteamento Parque dos Cisnes localiza-se no bairro de Miraflores, na união de freguesias de Algés, Linda-a-Velha e Cruz Quebrada – Dafundo, numa área limítrofe do concelho de Oeiras com Lisboa.

De acordo com uma notícia do Jornal Público, em 2017, o loteamento contempla uma área bruta de construção acima do solo acima dos 171.000 metros quadrados. Ao todo estão em causa cerca de mil novas casas.